Vôo do Beija-flor

Vôo do Beija Flor - Elisa Cristal

sexta-feira, 19 de abril de 2019

A direita unida escancarou o golpe!

TEXTO DE MALU AIRES, PUBLICADO NO GRUPO 3 SETOR




A "direita unida" não conseguiu esconder, por muito tempo, que está em guerra.
O PSL que financiou laranjas para não ter mulheres na bancada, ameaça as que tem, de morte.
Toffoli entra em conflito com as "forças vivas de 64" que resolveram derrubá-lo, em conluio com a Lava Jato.
Os financiadores do golpe entram em falência. 
Os "pobres de direita" são o alvo que acena pros 80 tiros de fuzil. 

A podridão cheira forte. 
Cheira morte. 
Cheira crime organizado, infiltrado nas instituições públicas. 
Um crime tão velho e estúpido, que nem museu quer. 

É certo: a elite brasileira é ignorante, fútil, brega, violenta, folgada, corrupta e covarde. 
Entregou a chave de casa pro inimigo e tá pedindo arrego, porque foi despejada. 
Uma elite, que ainda hoje compra ingressos pros jantares das elites globais, achou que tivesse dinheiro pra bancar a brincadeira.

Não era brincadeira. Era golpe. Era um ataque contra a soberania de um país e contra todo o direito (inclusive privilégios), deste país. 
Quando rasgaram a Constituição, rasgaram a garantia, o "contrato de posse" e estão desalojadas desse país algum. 

Nem nas contas, foram competentes.
Roubaram do consumidor o salário e renda, estão vendendo menos, produzindo menos e abaixam as portas. 
Nosso empresariado nacional fez lucro, numa economia que investiu no consumo. É da natureza do nosso empresariado, não investir no próprio negócio. Quando a cadeia de consumo quebra, ele quebra em 6 meses. 
O Estado Mínimo não poupa ninguém.
A fila de desempregados não é maior que a de desesperados. 
Quem investiu não vai conseguir pagar os juros do empréstimo. 
Vimos esse filme, na década de 1990. 

Com um pouquinho mais de dinheiro, a pessoa nem se acha gente. Se acha superior. Dona da vida e da morte. Se acha juiz e carrasco. 
Quando a classe média comprou carro zero e começou a trocar de carro, a cada dois anos... Quando a terceira geração cursa faculdade e começa a ganhar bem... Quando os privilégios estão em promoção e todos podem comprá-lo.... Quando quem tem mais quer mais... Isso era esperado, porque a bomba-relógio, entre explorador e explorado, nunca foi desativada.

A "direita" foi desmascarada - é chupim, improdutiva, incompetente e covarde.
Nossa elite apostou em escravos, mas perdeu as terras e as fábricas. Rompeu as hierarquias de poder e achou que manteria poder algum. 
A elite brasileira perdeu o jogo. 
O pobre de direita perdeu a fé de que seja à prova de balas.

Enquanto estão em conflito e em guerra, deixam parte dos inocentes, em paz.

Evidente, na cara de susto de todos, o medo. 
A Operação Lava Jato destruiu a economia nacional, rasgou a Constituição, dinamitou a democracia, aniquilou a soberania e controla o Estado.
Um diz-que-me-diz que prende, há um ano, o melhor presidente do Brasil, prende um ministro do STF.
Fim do deslumbre, todos admitem que puseram tudo a perder.
Toffoli, como bom cúmplice, não conseguirá se enganar por muito mais tempo. 
Empresários, fazendeiros, políticos, partidos, jornalixos, um a um, todos cairão. Até Bolsonaro, Mourão, Moro, Dallagnol. Todos.
Texto publicado no grupo 3setor
    .
    imagem 
    imagem
    __,_._,___


    Um comentário:

    1. O diabo lhes ofereceu o céu, enquanto lhes tirava o chão.

      Esse é o final do testo de MALU AIRES

      MARAVILHOSO SOBRE O MOMENTO BRASILEIRO

      ResponderExcluir